Ana Maria Pinto e Rui Namora

Neste concerto Ana Maria Pinto interpretará uma série de temas do imaginário português, de José Afonso ao Fado, assim como alguns temas do seu último trabalho discográfico “Seven songs for a New Earth”. Ana Maria Pinto acompanhará os seu temas ao piano e terá também a presença em palco do guitarrista Rui Namora.

Ana Maria Pinto

Ana Maria Pinto

Ana Maria Pinto, finalizou o seu mestrado em ópera pela Universidade das Artes de Berlim, onde viveu 7 anos. Foi bolseira da Fundação Walter-Kaminsky (Munique) e da Fundação Calouste Gulbenkian. Apresenta-se nos principais palcos do país e no estrangeiro.

Em ópera destacam-se os papéis de Susanna (“Le nozze di Figaro”), Elle (“La voix humaine”), Blanche de La Force (“Dialogues des Carmélites”), Musetta (“La Bohème”) e Kumudha (“A flowering tree de John Adams”); e as obras de “A Criação” de J. Haydn, “Exultate Jubilate” de Mozart, “Ein deutsches Requiem” de J. Brahms, “Shéhérazade” de M. Ravel, 4º Sinfonia de Mahler, “Jeanne d’Arc au Bûcher” de Honnegger, “Chanson de la mer et de l’amour” de Chausson, “Carmina Burana” de Carl Orff, “9º Sinfonia” e “Missa Solemnis” de Beethoven.

Trabalhou, entre outros, com os maestros Marc Tardue, Cesário Costa, Ferreira Lobo, Errico Fresis, Lutz Köhler, Lawrence Foster, Joana Carneiro, Michel Corboz, Bertrand de Billy e Simone Young. Em Agosto de 2009, gravou canções de Fernando Lopes Graça e Viana da Mota com o pianista Nuno Vieira de Almeida. Em Maio deste ano estreou a sua peça “A balada do marinheiro-de- estrada, melodrama para soprano ao piano e djambé”, em Winhoek (Namíbia) em que a própria canta e recita o texto acompanhando-se ao piano e ao djambé. Estreou os seus dois ciclos de canções dedicados a Jorge de Sena, “Coroa da Terra” e “As Evidências” em Outubro de 2014. Interpretou o papel de Cecilia no fime “Casanova Variations”, (estreia em Novembro de 2014), onde contracenou com John Mallkovich e cantou com Jonas Kaufmann.

É a co-criadora do projecto “Classic meets Africa” (primeiro concerto a decorrer em Dezembro de 2015) e do Método Azul, uma educação musical que visa a fomentação da criatividade e da consciência ambiental.

Facebook: https://www.facebook.com/ana.m.pinto.376

Rui NamoraRui Namora

Natural de Lisboa (1975) iniciou os seus estudos musicais com Duarte Costa. Mais tarde ingressou no Conservatório de Música de Coimbra onde estudou com os professores Graciano Pinto e António Andrade.

Depois de se licenciar em Ciências Farmacêuticas na Universidade de Coimbra, é admitido na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Porto, na classe do Prof. José Pina, onde se diplomou em Instrumento e posteriormente em Ensino da Música. Participou em masterclasses com José Pina, Alberto Ponce, Margarita Escarpa, Joaquín Clerch, Alex Garrobé, Gunnar Spjuth e Julius Kurauskas.

Apresenta-se regularmente em público, a solo e integrando grupos de música de câmara. Nos últimos anos tem-se dedicado maioritariamenre ao repertório clássico-romântico, no âmbito da sua dissertação de mestrado sobre a obra do compositor austríaco oitocentista Leonard Schulz. Paralelamente à àrea da música erudita mantém uma ligação à música de raiz tradicional portuguesa.

Web: https://ruinamora.com/

Publicado em Festival, Música Marcados com:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*